Várzea Alegre, Ceará – Brasil

História:

São poucos os dados alusivos aos primórdios da colonização de Várzea Alegre. Sabe-se, entretanto, que os pioneiros exploradores da região, em suas perigosas caminhadas rumo ao Cariri, onde o Crato era ponto de convergência que atraía todos, deitaram os olhos sobre aquele vale, apelidando-o logo e para sempre de Várzea Alegre.

Ressalta-se que Várzea Alegre é um dos poucos municípios do Ceará que nunca mudou de nome.

O município de Várzea Alegre foi criado pela Lei Provincial Nº 1.329, de 10 de outubro de 1870. Desmembrado do município de Lavras da Mangabeira, instalado a 2 de março de 1872 e extinto pelo Decreto Nº 193, de 20 de maio de 1931, quando o seu território ficou anexado ao município de Cedro, mas, restaurado pelo Decreto Nº 1.156, de 4 de dezembro de 1933.

A freguesia foi criada pela lei 1.076, de 30 de novembro de 1863, desmembrada de Lavras da Mangabeira e sob invocação de São Raimundo Nonato, o seu patrimônio constava de 400 braças de terra em quadrado, doadas em 19 de outubro pelo Major Joaquim Alves Bezerra, sua mulher e outros mais. Segundo a tradição, a Igreja de São Raimundo Nonato foi construída pelos filhos de Raimundo Bezerra, conhecido por “Papai Raimundo”. O nome de Várzea Alegre foi oficializado pela lei nº 1.329 de 1870, que tem origem na planície ou várzea, onde está situada a cidade. Várzea Alegre destaca-se no cenário cultural do país como a “Terra dos Contrastes”, nome que ostenta fatos inúmeros que se misturam como marcos de conquistas valiosas.

A paróquia local, criada no dia 30 de novembro de 1863, sendo seu primeiro vigário o Padre Benedito de Sousa Rego, é devota de São Raimundo Nonato.

Dentre os muitos frutos que esta Várzea Alegre produziu, nota-se como responsável pelo crescimento econômico, sócio e cultural, as pessoas de Bernardo Duarte Pinheiro, Raimundo Duarte Bezerra (Papai Raimundo), Antônio Correia Lima, Joaquim de Figueiredo Correia, Padre José Otávio, Josué Alves Diniz e Padre Vieira, que contribuiram para o seu desenvolvimento. Os contrastes inspiram letras de músicas, entre as quais, uma cantada por Luiz Gonzaga, cuja letra tem a assinatura do compositor varzealegrense, José Clementino.

Em Várzea Alegre reside o Sr. Gabriel Nunes (Vô Gabriel) (1913) de 98 anos e sua esposa Laurinda Alves (Vó Mimosa) (1915) de 96, um casal de idosos com 76 anos de casados, os dois ainda são lúcidos, contam historias da cidade e da região do cariri. Eles moram no bairro dos Patos, na cidade Várzea Alegre, Em 20 de janeiro de 2012, morre a Vó Mimosa, sendo assim,o Vô Gabriel foi embora da cidade, hoje ele mora em Fortaleza com sua filha Luizinha.

Município: Várzea Alegre

Dados Gerais:
CEP: 63540-000
Distância de Fortaleza: 446,1 km
Tempo estimado de viagem: 6 h 25 min
Vias de acesso: CE-060
Região administrativa: 17
Localização: microrregião de Várzea Alegre
Municípios limítrofes: Caririaçu, Cariús, Cedro, Farias Brito, Granjeiro e Lavras da Mangabeira

Geografia:
Área: 835,706 km²
Latitude: 6° 47′ 20”
Longitude: 39° 17′ 45”
Clima: Tropical quente semi-árido brando e Tropical quente semi-árido com chuvas de janeiro a abril
Relevo: Depressões sertanejas e Maciços residuais
Vegetação: Caatinga arbustiva densa, Cerrado, Floresta caducifólia espinhosa e Floresta subcaducifólia tropical pluvial
Precipitação pluviométrica: 965,3 mm (média histórica)
Recursos hídricos ( 2007): açude Olho, 2 adutoras e 53 poços

Demografia:
População estimada (2007): 37.740
População ( 2000): 34.844
População Urbana ( 2000): 19.268
População Rural ( 2000): 15.576
Densidade Demográfica ( 2000): 41,69 hab/ km²
Taxa de urbanização ( 2000): 55,30%

Economia:
PIB (2005): R$ 77.379.000
Agropecuária: 10,73 %
Indústria: 11,33%
Serviços: 77,94%
Receita Orçamentária ( 2007): R$ 24.713.790,80

Educação:
Taxa de alfabetização ( 2000): 66,5%
Taxa de escolarização no ensino fundamental ( 2007 ): 90,8%
Taxa de escolarização no ensino médio ( 2007): 68,7%

Política:
Eleitores ( 2006): 25.840
Perfil dos eleitores ( 2006):
Masculino: 12.280
Feminino: 13.521
Não informado: 39

Fotos:

Veja Também:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *